Tablet Genesis GT-7220S2 – Resenha

[one_third] Tablet Genesis GT-7220S2
Onde comprar: santaefigeniashop.com.br
Preço: R$306
[/one_third] [one_third] Prós:
• Hardware muito bom;
• Bem resistente;
• Possui boa memória interna;
[/one_third] [one_third_last] Contras:
• Câmera decepcionante;
• Sistema instável;
• TV digital não funciona muito bem;
[/one_third_last]Hoje em dia, é comum ver marcas de tablets e smartphones que nunca vimos antes. É o caso da Genesis, uma marca meio desconhecida no mercado brasileiro, mas que faz produtos resistentes e de qualidade. O GT-7220S2 é um tablet com as mais variadas funções, que possui um design bizarro aliado a uma resistência que nunca vi antes.

Design

O design do tablet é bonito e ao mesmo tempo, bizarro. De cara, dá para ver que ele é um tablet como qualquer outro. Entretanto, as bordas do aparelho são esquisitas e deixam o aparelho um pouco maior do que o esperado. Capas de TPU e couro para tablets de 7 polegadas simplesmente não comportam o aparelho, e as que “comportam” ou sobram, ou são universais que possuem teclado, e não mostram ser das mais resistentes. Ele é feito em plástico (menos a tela, que aparenta ser de vidro) marrom, só na parte traseira ele ganha uma textura parecendo aço inoxidável, mas ainda em plástico.

Traseira iluminada

Visto pela horizontal, com o logotipo para baixo, na lateral direita e esquerda, não temos absolutamente nada. Mesma coisa para a parte superior. Na parte inferior, temos um botão home, que é desnecessário por conta dos botões virtuais do Android 4.0, botão de RESET, microfone, conexão para fone de ouvido 3.5mm, conexão proprietária para fonte de carregamento, conexão microUSB, conexão USB,  conexão microHDMI e uma entrada para cartões microSD.

Câmera de 1.3 megapixels

Câmera de 1.3 megapixels

Na traseira, temos o logotipo com um LED que fica aceso durante o uso do aparelho, a câmera de 1.3 megapixels e algumas informações; na parte frontal temos a tela de 7 polegadas, uma câmera frontal de 0.3 megapixels e duas saídas de som. Durante nossos testes, no uso de uma capinha com teclado, ao virar a capinha para o lado com o tablet encaixado, houve uma queda acidental. O tablet abriu, literalmente falando, mas tudo foi encaixado e o tablet ficou intacto fisicamente. Isso dá um aspecto de resistência ao tablet, já que alguns quebram muito fácil, como o iPad.

Um pouco esquisito, mas resistente.

Um pouco esquisito, mas resistente

Hardware

O hardware do 7220S2 não é o melhor, mas não deixa a desejar sendo um tablet de entrada. Temos um processador de 1GHz single core Cortex-A5, integrado com uma GPU Mali-400MP (a mesma utilizada em aparelhos como Galaxy SIII e Galaxy Note, ambos da Samsung) e 1GB de RAM. Na prática, essa configuração meio que “arrasadora” não adiantou em quase nada nos números. Em benchmarks com o Quadrant Standard, AnTuTu e Vellamo, tive resultados surpreendentemente ruins: no Quadrant, ele ficou atrás do Nexus S, que possui somente 512MB de RAM e, no Vellamo e no AnTuTu, ficou atrás de aparelhos dual e quad core. Testei o tablet com o jogo Blood & Glory e rodou perfeitamente, mas ao tentar jogar Subway Surfers ou Temple Run 2, experimentamos alguns travamentos. No geral, nada que incomode.

Tela

A tela do GT7220S2 não deixa a desejar. É uma tela capacitiva, TFT e multitoque de 7 polegadas, sem nenhuma tecnologia especial. Reconhece até 5 pontos na tela, muito bom para jogos como Fruit Ninja. Os pixels são visíveis e a quantidade de ppi (pixels por polegada) não foram informados.

Tela reflete um pouco, mas é boa de se usar.

Tela reflete um pouco, mas é boa de se usar

Sistema

Tablets chineses não são lá as mil e uma maravilhas, principalmente na parte de sistema. Temos aqui o Android ICS (4.0.4), pouquíssimo customizado (somente a animação de boot e 3 apps de terceiros: Neocore da Qualcomm, SPB TV e o Kingston Office). Nem gerenciador de arquivos possui. Ele vem com, pelo menos, o “Market” (Play Store no momento). Um dos principais problemas é a instabilidade do sistema, pois durante os testes o aparelho foi deixado em stand by durante a noite, com o WiFi ligado. Quando o aparelho era desbloqueado no dia seguinte, a surpresa: além dele não se conectar a nenhuma rede WiFi, ao desligar a mesma, o tablet travava totalmente. Era necessário apertar o botão de energia por 8 a 15 segundos para desligar o aparelho no modo hard. Temos TV via internet, por meio do app SPB TV, que funcionou muito bem durante os testes.

Conexões e sensores

Conexões com fio são o ponto forte deste tablet. Temos aqui várias conexões: USB, 3.5mm para fones de ouvido, proprietária para carga, microHDMI e uma entrada para cartões microSD. A entrada USB funciona muito bem e tem plug and play, e funciona com teclado e mouse (ou seja, possui OTG). Além disso, temos WiFi 802.11 a/b/g/n e sensor de luminosidade. Nada de GPS, Bluetooth ou similares. Também temos TV digital que, na prática, pode acabar não funcionando bem em algumas regiões.

O tablet tem muitas conexões, o que é bom.

O tablet tem muitas conexões, o que é bom

Multimídia e Armazenamento

O GT7220S2 tem um ótimo aspecto para multimídia, que perdoa totalmente as falhas gravíssimas do sistema. O som dele é bem alto, melhor inclusive que o do iPhone, que já é ótimo.  Outro ponto bom é o armazenamento: temos 8GB para uso livre e 1GB para aplicativos. Assistir vídeos é um pouco desconfortável por causa da resolução da tela. Ele roda .WMA, coisa que muitos Androids não fazem, e vem com o player antigo da Google, o que traz um ar de “antiguidade”.

TV Digital ONE SEG é um dos recursos incluídos no tablet.

TV Digital ONE SEG é um dos recursos incluídos no tablet

Bateria

O tablet aguentou bem no uso da bateria. Durante um dia, ele chegou ás 22:00 com 30% restantes, levando em conta que a sincronização de dados estava ativada durante todo o dia, e os jogos estavam sendo executados de tempo em tempo, com pelo menos 4 horas de stand by entre um uso em outro.

Preço

O preço é um dos detalhes que deixam o GT7220S2 na frente de muitos outros. Por aproximadamente R$300, em algumas lojas especializadas, você leva esse tablet pra sua casa, por conta de seu busto x benefício, que é mais do que ótimo para o preço. Sendo assim, esse tablet é um dos mais recomendados para quem vai comprar um tablet barato.

Tablet GENESIS GT7220S2

Tablet GENESIS GT7220S2

Na caixa

Na caixa, temos poucas coisas:

  • O tablet;
  • Carregador proprietário;
  • Cabo microUSB;
  • Fones de ouvido intra auriculares;
  • Borrachinhas para o fone de ouvido;
  • Folhetos;
  • Manual rápido.

Vale a pena?

Se você vai pegar um tablet barato, o GT-7220S2 é a melhor opção para você, sem dúvida alguma. Entretanto, se você puder gastar mais, compre um Tab 2 da Samsung ou um tablet com mais capacidade para rodar jogos melhores ou apps que requerem mais do sistema. O 7220S2 é indicado para pessoas que estão querendo comprar o primeiro tablet e não podem gastar muito.

Informações

Tela: 7 polegadas Resolução de tela: 1024 x 600 pixels Sistema operacional: Android 4.0.4 Ice Cream Sandwich Processamento: 1GHz single core, GPU Mali-400MP e 1GB de RAM Rede: Nenhuma, possui somente suporte para modem 3G Armazenamento: 8GB internos Câmera: 1.3 megapixels na câmera traseira e 0.3 megapixels na frontal Flash: Não Conectividade: WiFi 802.11 a/b/g/n, WiFi Direct, suporte a modem 3G, USB, microHDMI e microUSB Dimensões: 20 x 13 cm Peso: 130~170g aproximadamente Autonomia de bateria: 10 horas em repouso e 6 horas em uso intenso. Itens inclusos: Tablet, fone de ouvido intra auricular, borrachas para o fone, cabo microUSB, carregador proprietário, folhetos e manuais.

Lucas Silva

Sou gamer, amante da série GTA, geek ao extremo e amante desse paraíso chamado Internet. Podem me encontrar num Starbucks ou em um restaurante asiático. Gosto de editar vídeos, fotos e de escrever. (caso seja de seu interesse, você pode me encontrar no Facebook: goo.gl/f0sQph -- apenas clique em seguir e pronto! :D)

Comentários